Aurora (AURORA): o que é, como funciona e revisão do ecossistema

Informação básica

Os dados abaixo não se referem à blockchain atual.

Top Dapps

# Dapp Categoria Blockchain
1 1 0x Protocol DEX +3 Liquidity Derivatives Yield Farming BNB Ethereum Fantom +9 Arbitrum Celo Avalanche Polygon Optimism Aurora Solana Near Polkadot 14.25K 24.82K $31.02M $154.40M
2 2 Curve Finance Liquidity BNB Ethereum Gnosis +8 Fantom Arbitrum Celo Avalanche Polygon Optimism Moonbeam Aurora 1.01K 2.13K $1.07B $503.95M
3 3 Kyber Network DEX +2 Liquidity Yield Farming BNB Ethereum Fantom +7 Arbitrum Avalanche Polygon Aurora Cronos Velas Oasis 1.07K 1.84K $2.17M $5.08M
4 4 Wormhole Utilities BNB Ethereum Fantom +14 Arbitrum Celo Avalanche Polygon Optimism Moonbeam Klaytn Aurora Solana Near Terra Classic Oasis Acala Karura 534 1.42K $1.52B $17.04M
5 5 DODO DEX BNB Ethereum OKC +5 Arbitrum Polygon Moonriver Aurora Kusama 437 793 $94.16M $516.83M
6 6 Multichain DEX +1 Liquidity BNB Ethereum Gnosis +22 Fantom Arbitrum Celo Avalanche Harmony Polygon Optimism Telos Fuse HECO Boba CLV Metis Andromeda Moonbeam Moonriver IoTeX Aurora Polkadot Cronos Oasis Kusama ZkSync 326 728 $6.15K
7 7 Synapse DEX +1 Utilities BNB Ethereum Fantom +12 Arbitrum Avalanche Harmony Polygon Optimism Boba Metis Andromeda Moonbeam Moonriver Klaytn Aurora Cronos 64 332 $12.97M $3.22M
8 8 The Graph Utilities BNB Ethereum Gnosis +15 Fantom Arbitrum Celo Avalanche Harmony Polygon Optimism Boba Moonriver Aurora Near Polkadot Cosmos Acala ZkSync 38 59 $127.02M $212.97K
9 9 Beefy Finance Yield Farming BNB Fantom Arbitrum +14 Celo Avalanche Harmony Polygon Optimism Fuse HECO Metis Andromeda Moonbeam Moonriver Aurora Polkadot Cronos Kusama 31 56 $57.27K $34.29K
10 10 Pickle Finance Liquidity Ethereum OKC Gnosis +9 Fantom Arbitrum Polygon Optimism Metis Andromeda Moonbeam Moonriver Aurora Cronos 6 14 $3.46M $2.46K

O que é Aurora?

Aurora é uma Máquina Virtual Ethereum (EVM) construída sobre o blockchain NEAR de alta performance. Essa solução permite que os desenvolvedores de aplicações do ecossistema Ethereum migrem suas aplicações para uma plataforma escalável e segura, que também oferece menores custos de transação para seus usuários. Desta forma, a rede Aurora proporciona a familiar experiência de desenvolvimento do Ethereum, mas com a velocidade e escalabilidade das soluções de Layer-2. 

Embora a Aurora opere como uma organização independente, o projeto foi inicialmente criado por membros da equipe NEAR, incluindo o CEO Alex Shevchenko (que gerencia vários projetos relacionados ao Ethereum na NEAR). Em 2021, a equipe Aurora levantou $12 milhões para expandir a rede. A rodada de financiamento foi liderada pela Pantera Capital, e o número total de investidores foi de mais de 100. Aurora é apoiada por capitalistas de risco líderes, como Electric Capital, Dragonfly Capital e Alameda Research.

Como funciona a Aurora?

Aurora é uma EVM, essencialmente implementada como um contrato inteligente em Near. Assim, a Aurora, funcionando como um contrato inteligente, não precisa de um conjunto separado de validadores, pois é assegurada da mesma forma que qualquer outro contrato Near. O conjunto de validadores, mecanismo de consenso, métodos de armazenamento de dados e quaisquer outras tarefas realizadas pelo blockchain, — são todos herdados pela Aurora do Protocolo Near.

A EVM Aurora a torna compatível com Metamask e permite que os usuários paguem pelo gás em ETH. Ela também permite que os desenvolvedores trabalhem com ferramentas familiares como Truffle e Hardhat para seus contratos inteligentes escritos em Solidity. No entanto, a execução dos contratos inteligentes acontece no Near.

Uma diferença importante em relação a outras soluções habilitadas para EVM é que na Aurora, o ativo proprietário é o ETH, que é usado para pagar pelo gás. Mas como o principal ativo nativo do blockchain Near é a moeda NEAR, a Aurora precisa garantir a compatibilidade entre Near e Ethereum usando relayers. Estes relayers encapsulam as transações EVM em transações NEAR, submetendo-as na cadeia e retornando o resultado da transação.

O processo de transação é o seguinte. O usuário assina a transação Ethereum (por exemplo, usando Metamask) e a envia para o RPC (Remote Procedure Call). O RPC encapsula a transação em uma transação Near e a envia para o contrato Near da Aurora. O contrato do motor Aurora analisa a transação e a executa, calculando o gás em ETH, que é pago pelo RPC pela transação. Assim, NEAR é usado para pagar pelo gás (pelo relayer) para executar o contrato no Near, com os relayers recebendo ETH do usuário da Aurora.

O processo de lançamento de relayers para executar a Aurora é subsidiado pela RPC Aurora Labs, o que torna o custo das transações relativamente baixo (até pouco tempo atrás, elas eram totalmente gratuitas). 

A partir do exposto, segue-se que todos os cálculos, disponibilidade de dados e execução de contratos inteligentes acontecem no Near. Isso faz com que a Aurora se destaque das soluções clássicas de Layer-2 do Ethereum, pois todo o valor econômico da Aurora acaba indo para a moeda NEAR, não para o ETH. 

Uma parte importante da infraestrutura da Aurora é a Rainbow Bridge, uma ponte sem confiança, que permite a transferência de tokens do Ethereum para a Aurora. A nuance crítica que define a importância da Rainbow Bridge é que, antes que os tokens possam ser criados na Aurora, eles devem ser cunhados no Ethereum. Daí se segue que os contratos de ativos da Aurora estão no Ethereum, protegidos pela Rainbow Bridge. Portanto, ETH na Aurora é o mesmo que ETH no Ethereum, e USDC na Aurora é o mesmo que USDC no Ethereum.

Como usar a Aurora?

Como a Aurora é projetada para ser totalmente compatível com o Ethereum, para usar a Aurora, um usuário simplesmente adiciona a rede a uma carteira Aurora, como Metamask ou Coin98 Wallet ou outras carteiras populares e se conecta à plataforma desejada para interagir com ela. O usuário precisa ter uma pequena quantidade de ETH em sua carteira, pois as taxas da Aurora pagas em ETH são apenas de alguns centavos.

Se um usuário precisar transferir ETH ou qualquer outro token da rede Ethereum para a Aurora, ele pode usar a Rainbow Bridge, conectando o Metamask e pagando uma pequena taxa em ETH. 

No geral, a experiência do usuário final com a Aurora é semelhante a qualquer outra rede habilitada para EVM, exceto que o valor da comissão aqui é insignificante. 

Staking de Aurora 

Os tokens AURORA podem ser apostados através de um aplicativo especial chamado "Aurora+". Além do APY, os usuários do Aurora+ que fazem staking de tokens AURORA têm direito a receber recompensas de outros projetos no ecossistema Aurora, bem como a participar na governança do protocolo Aurora através do AuroraDAO.

O token AURORA

O token nativo da Aurora é o token AURORA de mesmo nome. O token é utilizado para staking, governança e recompensa aos votantes.

A oferta total é de $1 bilhão. Cerca de metade dos tokens (48%) não estão alocados. Os tokens restantes têm a seguinte distribuição: 20% — tesouraria da comunidade; 18% — Aurora Labs; 9% — investidores privados; 3% — incentivos ao validador; 2% — contribuidores iniciais.

Um dos principais usos futuros do token será na plataforma Jet, onde os proprietários de AURORA votarão nos protocolos que precisam de financiamento. Projetos aprovados receberão AURORA do tesouro do DAO, e possivelmente receberão NEAR da Near Foundation e Proximity Labs. Portanto, como a equipe da Aurora afirma, eles querem se tornar um "Kickstarter" para o ecossistema, e 20% da oferta de tokens foi reservada para este propósito.

No momento da escrita, o mecanismo para dar valor ao token ainda não foi completamente desenvolvido. De acordo com os planos da Aurora, no futuro poderá haver taxas de transferência da Rainbow Bridge em AURORA, e taxas para acelerar transações. Também haverá farming de fundos bloqueados na Rainbow Bridge. No entanto, o método mais simples de acréscimo de valor pode ser o RPC da Aurora Labs. A Aurora subsidia as taxas de NEAR para os usuários, mas no futuro poderia cobrar uma pequena taxa pelo manuseio do serviço.

A Aurora é segura?

Embora a Aurora Labs opere como uma organização independente, o projeto foi criado pela equipe NEAR, que é composta por profissionais experientes. Entre eles: o CEO da Aurora Labs Alex Shevchenko, empreendedor, entusiasta de blockchain desde 2015, desenvolvedor do Exonum da Bitfury e um forte defensor das soluções de escalabilidade de blockchain; CTO Arto Bendiken, empreendedor, autor de código aberto com mais de 20 anos de experiência em desenvolvimento de software profissional, trabalhando com organizações como a European Space Agency (ESA) e o US Navy Space and Naval Warfare Command (SPAWAR); o líder da equipe de engenharia da Aurora Labs Joshua J. Bouw, que tem mais de dez anos de experiência em desenvolvimento de software e na criação de um ecossistema de código aberto.

Ecosistema & Parceiros

No momento da escrita, o ecossistema Aurora ainda está em um estágio inicial de desenvolvimento. Os primeiros projetos lançados na Aurora foram o Trisolaris (um fork do Sushiswap), bem como os protocolos de empréstimo Bastion e Aurigami. Graças ao fundo de ecossistema Near de mais de $800 milhões, bem como aos incentivos do AURORA DAO, o ecossistema Aurora agora inclui uma ampla gama de plataformas, consistindo de exchanges descentralizadas, plataformas de startups e pontes entre blockchains. Os maiores parceiros da Aurora incluem Curve, DODO, The Graph, Flux, Coin98 Wallet, Covalent e outros.

O que vem a seguir?

Não há um roadmap público compartilhado pela equipe da Aurora.

https://aurora.dev/

https://doc.aurora.dev/

https://forum.aurora.dev/

Autor:

Paulo Alves

Paulo Alves

Última atualização: Eos 22, 2023

Últimas notícias

Tutoriais em vídeo